Tudo pronto para a 3ra. Conferência Regional da UNI Américas

Começam a chegar de Montevidéu centenas de delegados de todos os cantos das Américas e do Caribe para debater e decidir a estratégia da UNI Américas no próximo período.
12.12.1 UNI-3rdRC-videoBatendo os tambores por sindicatos fortes nas corporações multinacionais, pelo crescimento sindical e pelo impulso da negociação coletiva para assegurar o desenvolvimento sustentável, os sindicatos afiliados à UNI Sindicato Global nas Américas se reúnem com o fim de trocar experiências, projetar a sua estratégia e eleger uma direção para o período 2012-2016.A 3ra. Conferência Regional da UNI Américas será nos dias 5, 6 e 7 de dezembro no Centro de Convenções da Intendência de Montevidéu, cidade capital do Uruguai. Contará com a participação de cerca de 400 delegados provenientes de 34 países, delegações fraternas da Ásia, Europa e África, Joe De Bruyn e Philip Jennings, Presidente e Secretário-Geral da UNI, respectivamente.

O gabinete do Presidente da República, José Mujica, comunicou a presença deste durante o desenvolvimento da Conferência Regional, para saudar os delegados presentes e dirigir algumas palavras ao auditório, no momento em que se espera a participação de funcionários nacionais e municipais locais e regionais em diferentes momentos do evento.

As campanhas para conquistar direitos de sindicalização em empresas regionais e globais, assim como também por acordos de estruturação globais entre empresas e  sindicatos, cujo objetivo seja assegurar que esses padrões sejam aplicados em todos os países e que os trabalhadores possam se unir e formar sindicatos livres de medo e de intimidação, serão ponto-chave da Conferência Regional.

A crescente economia dos serviços, a globalização em todas as suas formas, as tecnologias da informação etc. estão transformando o mercado de trabalho, criando uma nova força de trabalho que deve manter suas organizações sindicais ou recriá-las, se necessário. Como crescer como sindicatos nesse quadro, é uma das principais interrogações a discutir.

A minguada recuperação das economias da América do Norte, o extenso período de crescimento das economias da América do Sul, as contraditórias situações que podem ser observadas na América Central e no Caribe, assim como as crescentes desigualdades sociais traçarão o debate sobre como a negociação coletiva pode assegurar o desenvolvimento sustentável na região.

A Conferência Regional prestará uma homenagem aos trabalhadores detidos e desaparecidos nas Américas, marchando das instalações do Centro de Convenções até o Memorial em Recordação dos Detidos Desaparecidos no Cerro de Montevidéu, onde terá lugar uma homenagem e a entrega do prêmio “Livres de Medo” a pessoas e organizações.

Durante a Conferência Regional terão lugar também diferentes eventos, representativos de diferentes expressões culturais das Américas. A música, e em particular a percussão, elemento que acompanha a mobilização política e sindical de muitos dos povos da região, se intercalarão entre as sessões de debate e resolução. Desta forma se unirão: sindicatos, memória e cultura.

Siga as notícias da 3ra. Conferência Regional da UNI Américas neste website e nas redes sociais:

www.facebook.com/uniamericasunion

www.youtube.com/uniglobalunion

www.uniamericas.wordpress.com

www.twitter.com/uniamericas

Anuncios

Responder

Introduce tus datos o haz clic en un icono para iniciar sesión:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s